Zé Gonçalves defende piso salarial para Enfermagem, PCCS dos  servidores da Secretaria de Desenvolvimento Social e critica  Patosprev pelo não atendimento dos requerimentos

O vereador Zé Gonçalves (PT) usou a tribuna na noite dessa terça-feira (18) em sessão da Câmara Municipal de Patos para fazer a defesa do piso salarial para os profissionais de Enfermagem e do PCCS dos Servidores da Secretaria de Desenvolvimento Social, parabenizando pelo dia dos Assistentes Sociais, dos garis e criticou o Instituto de Previdência do Município, o Patosprev, pelo não atendimento das informações solicitadas.

Na opinião do parlamentar, o dia comemorativo das categorias não deve ser só de homenagens, mas também de luta por melhores salários e condições de trabalho.

“Aqui em Patos, nós temos mais de 600 progressões horizontais e verticais que não foram implantadas, apenas para os servidores da saúde”, reclamou.

Quanto ao Patosprev, Zé Gonçalves reclamou da solicitação enviada à gestão municipal em que pede a relação de todos os aposentados e pensionistas do Instituto com seus respectivos vencimentos.

“Eu fico preocupado quando a gente faz uma solicitação de informações e mandam a gente procurar no Sagres”, avaliou. No entendimento de Zé Gonçalves, as informações do Sagres já são de conhecimento e não dizem respeito especificamente às informações requeridas, pois os valores vem todos juntos, dificultando saber quanto cada um recebe.

“Eu sou temperado na luta e cheguei aqui porque tenho conhecimento do que estou defendendo e quem se tempera na luta não se acovarda, não se omite. Respeitem a Câmara e respondam os requerimentos da forma que estamos solicitando aqui”, reclamou.

LGBTfobia

O vereador Zé Gonçalves defendeu os direitos dos LGBTs e lembrou o dia internacional de luta, 17 de maio, data em que no ano de 1990 a Organização Mundial de Saúde excluiu o homossexualismo da relação de doenças.

“Ainda presenciamos muito preconceito, muita violência e muita discriminação contra a população LGBT”, por isso o parlamentar considera muito importante a defesa das políticas publicas e a luta contra a intolerância e o preconceito, fazendo da Câmara Municipal de Patos também um espaço de discussão e luta contra a homofobia.

Zona Rural

Zé Gonçalves destacou entre seus requerimentos aprovados na Casa, a construção do açude da comunidade rural das Trincheiras, a conclusão da escola local e a recuperação das estradas vicinais daquela comunidade.

Ele justificou as melhorias enfatizando a necessidade de mais infraestrutura para suprir o aumento populacional nas comunidades rurais com a criação de novas chácaras. Zé Gonçalves solicitou também a conclusão dos serviços de implantação de água potável nas residências da comunidade do Poço Comprido.

Garis
No tocante aos garis o vereador lembrou a luta pela melhoria salarial, insalubridade, jornada de trabalho, melhoria salarial.” Os garis efetivos da Prefeitura de Patos ganham 40% de insalubridade e foi uma reivindicação atendida pelo prefeito interino Lenildo Morais (PT), em 2016, mas falta ainda muita coisa para a categoria”, disse o parlamentar mirim.
Gonçalves falou também sobre o dia 18 de maio, dia de combate a exploração de crianças e adolescentes e afirmou que a luta deve ser permanente por políticas públicas e combate aos crimes praticados.